07/09/2012

Organização de Tarefas

Software


Uma situação que me acontece com frequência é começaram a chover pedidos relacionados com uma tarefa após a atribuição da mesma. Isto acontece porque as pessoas vão-se lembrando de um outro pormenor que querem ver efectuado ou porque a tarefa principal, para quem a efectivamente faz, como eu, se compõe de várias fases ou sub-tarefas para atingir o objectivo pretendido. Uma tarefa como, por exemplo, "organizar a nossa participação numa feira" envolve dezenas de pequenas sub-tarefas como é óbvio.

Para essas situações usa muitas vezes um software gratuito chamado Project Engine. Certamente haverá outros melhores, a pagar ou não, mas como sinceramente não tenho grande paciência para andar a fazer testes, para já vou usando este.





Como se pode ver, a ideia é ter uma estrutura tipo árvore na qual a raíz é a tarefa principal. E acreditem que podem existir muitos ramos...

As possibilidades ultrapassam aquilo que eu desejo sequer usar. É possível definir prioridades, prazos, atribuir tarefas a alguém com o mesmo software, e muito mais.



É portanto uma ferramenta que embora nem sempre se utiliza para as tarefas agendadas do dia-a-dia, se torna muito útil em coisas mais complicadas.


Sem comentários:

Enviar um comentário